Em posse de deputados, Reinaldo Azambuja destaca renovação e fala em nova consciência política

Campo Grande (MS) – Na cerimônia de posse dos deputados estaduais de Mato Grosso do Sul, realizada nesta sexta-feira (1.2), o governador Reinaldo Azambuja disse que os políticos eleitos em 2018 devem responder a confiança depositada pelos cidadãos com trabalho árduo e responsabilidade.

Ele destacou a renovação recorde de parlamentares na Casa de Leis e enfatizou a chegada de um “novo tempo” no País com a vigilância da população, que está mais crítica e mobilizada. “É nosso dever estabelecer efetiva sinergia com a nossa sociedade […] ela saberá nos lembrar porque cada um de nós está aqui”, disse.

Ao discursar, o governador recordou da “postura responsável” da última legislatura ao devolver aos cofres do Estado R$ 11 milhões do duodécimo da Assembleia, “em face de uma nova consciência […] acerca da correta e efetiva aplicação dos recursos públicos, cobrados insistentemente pela população”. O montante foi investido integralmente na saúde pública do Estado.

Reinaldo Azambuja citou conquistas do primeiro mandato e admitiu que é preciso fazer mais. “Os senhores (deputados) estão convocados a contribuir permanentemente na busca de soluções a participar ativamente das conquistas e avanços que queremos alcançar”, expressou. Ele mencionou o diálogo como característica para uma boa atuação e indicou que Mato Grosso do Sul passará por uma transformação positiva nos próximos anos.

Confira abaixo na íntegra o discurso do governador na posse dos deputados estaduais eleitos para a 11ª Legislatura, que dura de 1º de fevereiro de 2019 a 31 de janeiro de 2023.

Ilustre deputado Onevan de Mattos, decano da Casa de Leis, que
nos honra com a presidência deste ato de posse dos
parlamentares eleitos no último pleito,

Senhoras e senhores,

Quero iniciar este pronunciamento saudando a instalação da
Décima-Primeira Legislatura Estadual.

Cumprimento cada um dos deputados ungidos pelo voto popular
e que hoje iniciam o seu mandato eletivo.

Desejo a todos um ciclo de trabalho produtivo e transformador,
que tenha como matéria-prima as grandes causas e bandeiras do
Mato Grosso do Sul.

Meus amigos,
Não posso deixar de registrar o fenômeno que aqui se constata,
resultado das grandes dificuldades e transformações que
incidiram sobre o Brasil nesses últimos anos.
E que também em nosso estado teve seu efeito e consequências.

A nossa Casa de Leis retoma os trabalhos legislativos
apresentando uma renovação recorde neste exercício.

Praticamente metade da sua composição política é hoje formada
por novos parlamentares.

Trata-se de um indicador expressivo e sinalizador de novos
tempos.

Agora, mais do que nunca, sobre cada um de nós, eleitos e
reeleitos, pesa a vigilância de uma sociedade muito mais crítica e
mobilizada.

É hora de responder a confiança depositada pelos cidadãos com
trabalho árduo e responsabilidade redobrada.

Entre tantos anseios comuns, anoto aqueles que lutamos todos os
dias para atender e que dependem de ação firme do Estado e da
correta sensibilidade do parlamento.

Ninguém mais questiona a necessidade do contínuo
aperfeiçoamento e de mudanças estruturais no poder público,
para vencer distorções acumuladas durante tantos anos de
gigantismo, leniência, lentidão, desperdícios e desconexão com a
realidade.

Isso tem nos obrigado a manter acesa a chama do espírito
reformador, que nos guia desde o começo.

Foi ele quem nos alimentou para confrontar privilégios e regalias
de toda ordem, que no curso do tempo se transformaram em
rotina e herança de outras gestões.

Por isso foi e continua sendo tão difícil mudar paradigmas
simples, mas fundamentais no poder público, como gastar menos
e melhor;

Ser mais acessível, simples e desburocratizado;

Ganhar agilidade e dar respostas eficientes em medidas e ações;

Melhorar a qualidade dos serviços prestados nas áreas mais
importantes para a vida das pessoas, como saúde, segurança,
educação, emprego e renda;

Ampliar o requisito da transparência sobre todo o corpo do
Estado;

Prestar contas;
Controlar e cobrar resultados.

Para nós, isso significa aprofundar os instrumentos de atuação de
um governo presente, transparente e responsável, que não foge
dos problemas e não se omite no que é seu dever.

E por isso mesmo estamos mudando, sempre, todos os dias, em
busca do melhor.

Considerando esse desafio permanente, é nosso dever
estabelecer efetiva sinergia com a nossa sociedade organizada.
Ela saberá nos lembrar, todos os dias, porque cada um de nós
está aqui e o que se espera deste parlamento e do nosso governo.

Nesse sentido, aproveito a oportunidade de reconhecer que esta
Casa soube compreender as gigantescas dificuldades de cada
hora e alinhou-se ao esforço coletivo empreendido pelos poderes
e instituições para que o Estado atravessasse de pé a maior crise
econômica da nossa história.

Registramos, mais uma vez, um exemplo dessa postura
responsável e solidária: a devolução da expressiva economia da
ordem de 11 milhões de reais, que foram integralmente
investidos na saúde pública.

Da mesma forma, destaco a relevância das emendas
parlamentares, que muito têm nos ajudado a focalizar e resolver
problemas importantes no Estado.

E isso só tem sido possível em face de uma nova consciência dos
nossos representantes no legislativo, acerca da correta e efetiva
aplicação dos recursos públicos, cobrados insistentemente pela
população.

Muita coisa já foi feita.

Mas, devo admitir, ainda precisamos trabalhar com afinco para
esgotar a agenda de mudanças necessárias.

É com essa consciência que reitero o apelo que fiz à Legislatura
anterior, logo quando começamos nosso primeiro governo.
Quero convidá-los a participar de um extenso programa de
aperfeiçoamento e melhorias de funcionamento do estado.

E também de um sem número de entregas de obras e serviços em
diferentes áreas e das políticas públicas, há tantos anos
reclamados pela nossa gente.

Queremos continuar realizando um governo parceiro da
sociedade e daqueles que, aqui no parlamento, a representam.
Isso quer dizer que, sem qualquer risco à perda de
independência e autonomia entre os Poderes, os senhores estão
convocados a contribuir permanentemente na busca de soluções
e participar ativamente das conquistas e avanços que queremos
juntos alcançar.

Governarei, como sempre fiz:
Ouvindo. Dialogando. Debatendo.

Recolhendo das eventuais críticas os aspectos positivos que
possam melhorar as nossas ações.

Abrindo espaços para mais participação, novas ideias e soluções
capazes superar distorções históricas.

Por toda experiência que vivenciamos nesse tempo, estou
convencido que uma atuação harmônica e convergente é o que
nos levará ao porto seguro de um estado mais equilibrado,
sustentado e justo.

Cumprimento mais uma vez os senhores deputados hoje
empossados e os aguardo como parceiros de uma longa, difícil,
mas recompensadora jornada.

A jornada de transformação do nosso Estado, que já está em
pleno curso.

Senhores parlamentares sul-mato-grossenses,
Está em nossas mãos a honrosa responsabilidade de fazer a
travessia para um novo patamar de desenvolvimento econômico,
social e do capital humano de Mato Grosso do Sul.

Que Deus nos ilumine
Esse é o nosso grande desafio.
Muito obrigado.

Reinaldo Azambuja
Governador do Estado de Mato Grosso do Sul

Bruno Chaves, Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Fotos: Chico Ribeiro

Fonte: http://www.ms.gov.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: